Diretoria

Diretoria
Nome Cargo
António Carlos Romeiras de Lemos CEO
Graduada em Economia pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (1992), e Mestre em Economia pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (1997), adicionalmente ela possui MBA pela Harvard Business School, Cambridge – EUA (2004). A Sra. Pereira ocupou o cargo de Diretora de Listagem e Desenvolvimento de Emissores entre junho de 2010 e novembro de 2017. Em desde março de 2018, é sócia fundadora da ACE Governance, atuando com assessoria para executivos e conselheiros em governança corporativa. Atualmente a Sra. Cristiana Pereira ocupa o cargo de membro do Conselho de Administração (desde setembro de 2016) e Coordenadora do Comitê de Gestão do CA (desde junho de 2020) do CESAR – Instituto de Inovação do Recife e de membro do Conselho Fiscal do Banco Bradesco S.A. desde março de 2020. A Sra. Cristiana Pereira não sofreu, nos últimos cinco anos qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que a tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.
António Carlos Romeiras de Lemos CEO
Graduada em Economia pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (1992), e Mestre em Economia pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (1997), adicionalmente ela possui MBA pela Harvard Business School, Cambridge – EUA (2004). A Sra. Pereira ocupou o cargo de Diretora de Listagem e Desenvolvimento de Emissores entre junho de 2010 e novembro de 2017. Em desde março de 2018, é sócia fundadora da ACE Governance, atuando com assessoria para executivos e conselheiros em governança corporativa. Atualmente a Sra. Cristiana Pereira ocupa o cargo de membro do Conselho de Administração (desde setembro de 2016) e Coordenadora do Comitê de Gestão do CA (desde junho de 2020) do CESAR – Instituto de Inovação do Recife e de membro do Conselho Fiscal do Banco Bradesco S.A. desde março de 2020. A Sra. Cristiana Pereira não sofreu, nos últimos cinco anos qualquer condenação (i) criminal, (ii) em processo administrativo da CVM ou (iii) transitada em julgado, na esfera judicial ou administrativa, que a tenha suspendido ou inabilitado para a prática de uma atividade profissional ou comercial qualquer.